Zé Ricardo prega equilíbrio para construir vantagem

Sob olhares de sua apaixonada torcida, que marcou presença em São Januário, o Vasco da Gama encerrou na manhã desta terça-feira (13) a preparação para a partida contra o Jorge Wilstermann (BOL), válida pela terceira fase da Conmebol Libertadores 2018. A atividade foi marcada por trabalhos táticos, com ênfase nas bolas paradas ofensivas e defensivas. Os jogadores cruzmaltinos também treinaram cobranças de pênalti.

Ao término da movimentação, na sala de imprensa da Colina Histórica, o treinador Zé Ricardo conversou com os jornalistas e revelou a expectativa para o duelo contra o clube boliviano. O comandante confirmou a entrada do experiente Paulão no lugar do suspenso Erazo e frisou a importância de um resultado positivo dentro do Caldeirão. A segunda partida será disputada na altitude da cidade de Sucre, na próxima semana.

“É lógico que quando há uma troca, ocorre um pequeno ajuste, mas talvez possa ser positivo. Estávamos jogando com dois canhotos na zaga e podemos ganhar algo na saída de bola pelo lado direito. O Paulão já está adaptado ao grupo e foi importante na nossa campanha no Brasileiro. Não tenho dúvida que ele irá fazer um grande jogo amanhã. Não esperamos um jogo fácil, até porque se trata de uma equipe perigosa, com jogadores habilidosos e que fazem a diferença no um contra um. Estamos confiantes, mas precisamos estar equilibrados em todos os setores. Vamos procurar pressioná-los e mantê-los longe do nosso gol. Com equilíbrio, esperamos conseguir uma vantagem”, disse o técnico.

Assim como ocorreu na semana passada, quando o Almirante mediu forças com o Universidad Concepción (CHI), Zé Ricardo espera contar com o apoio do torcedor cruzmaltino. Mais de 5 mil ingressos já foram vendidos de forma antecipada. A expectativa é que o número de presentes supere o do último jogo. O treinador aproveitou a oportunidade para destacar o bom ambiente entre os jogadores cruzmaltinos.

“A missão só ficará completa se passarmos para a fase de grupos. É o nosso desejo e o desejo da nossa torcida. Passar tranquilidade e empurrar até o final. Não é um jogo qualquer, um jogo eliminatório, por isso temos que saber jogar e o torcedor também faz parte disso. O nosso grupo está se fortalecendo, encorpando, com uma energia muito boa. Vamos encarar essa partida como uma grande final de Copa do Mundo”, afirmou Zé Ricardo.

 

RETROSPECTO

O destino colocou uma equipe boliviana na rota do Vasco da Gama na luta por uma vaga na fase de grupos da Conmebol Libertadores 2018. Bicampeão da América, o Cruzmaltino medirá forças com o Jorge Wilsterman nos dias 14 e 21 de fevereiro. O desafio será uma novidade para o Gigante da Colina, que jamais duelou contra clubes desse país em sua história na hoje mais importante competição do continente.

Considerando a atual edição, o Cruzmaltino acumula nove participações no torneio, com 66 jogos, 28 vitórias, 21 empates e 17 derrotas. Times da Argentina, Chile, Colômbia, Equador, México, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela já estiveram no caminho do Almirante. O único país que disputa a competição e ainda não consta nessa lista é a Bolívia. A partida da próxima quarta-feira (14), portanto, será histórica.

 

Foto: Paulo Fernandes/Vasco