Máscaras sociais são tema de exposição em Niterói

A exposição “Máscaras e Daemons”, de Letícia de Almeida Nascimento, está em cartaz na Sala José Cândido de Carvalho até 5 de março, de segunda a sexta, das 9h às 17h, entrada franca. A mostra, com curadoria da pintora Desirée Monjardim, foi originada a partir do Trabalho de Conclusão de Curso em Pintura da Escola de Belas Artes/UFRJ de Letícia Nascimento, que desenvolveu uma pesquisa artística teórica e plástica orientada pela Prof. Dra. Martha Werneck.

O projeto analisa os conflitos acerca da construção da identidade e personalidade na sociedade contemporânea. Tais aspectos são contextualizados dentro de um campo simbólico que envolve a representação do ser humano e de animais, sob perspectiva melancólica acerca dessa relação.

Em Máscaras e Daemons, conjunto de trabalhos desenvolvido pela pintora Letícia Nascimento, está explícito o desconforto presente em todo ser que se percebe refém dessas atuações. Lidar com o mutável e o transitório que a contemporaneidade nos impõe é lidar com vários papéis simultaneamente, com a troca constante dessas máscaras.

Com base em ensaios fotográficos de modelos que conhece bem, a artista busca ligar a imagem do humano ao questionamento da máscara, que traz em si a figura do animal. Este último seria o apelo ao que há de selvagem e autêntico em nós, ou mesmo uma identidade que assumimos em certas ocasiões. Cada animal está a simbolizar determinadas características que a pintora conecta a seus modelos. A atmosfera é noturna, indicando um recolhimento dos seres retratados que, portando máscaras, refletem acerca de sua identidade mais profunda.

SERVIÇO

A Sala José Cândido de Carvalho fica na Rua Presidente Pedreira, 98 – Ingá, Niterói. Até 05 de março, de 2ª a 6ª, das 9h às 17h. Entrada franca. Classificação livre.

 

Foto: Luiz Ferreira / Divulgação