Livro de Saulo Florentino lançado na Casa de Cultura

A Casa de Cultura Heloísa Alberto Torres, em Itaboraí recebeu na última sexta-feira (24/11), o lançamento do livro de poemas “Um marginal que voou baixo demais”, do escritor itaboraiense, Saulo Florentino. A obra relata poemas com gênero de literatura não convencional, por isso chama atenção de quem lê.

Segundo Saulo, uma das inspirações que o incentivou, veio através do famoso escritor John Ronald Reuel Tolkien, mais conhecido por escrever as sagas como “O Senhor dos Anéis”. E ainda revelou que já está na preparação de mais dois livros escrito por ele.

“Estou nervoso, porém me sinto muito realizado em estar lançando meu próprio livro neste lugar maravilhoso. Espero que as pessoas recebam meu livro de uma forma aberta, pois é uma literatura não convencional”, disse Saulo, que autografou e fez dedicatória aos livros comprados pelos visitantes.

Durante o lançamento, o diretor da Casa de Cultura, Sérgio Espírito Santo relatou a felicidade em acompanhar o trabalho do Saulo desde o início. “Esta é uma conquista importante, pois através deste livro, Saulo deixa uma marca na história desta cidade”, afirmou o diretor.

A visitante Michelle Saly ressaltou que ficou impressionada com tudo que viu no lançamento do livro na Casa de Cultura. ”Foi lindo, esse é o primeiro livro e acredito que venham muitos outros. Fico feliz por essa realização do meu amigo”, disse Michelle.

Nascido e criado em Itaboraí, Saulo Florentino, 30 anos começou a escrever desde os oito anos de idade e nunca mais parou. O escritor já participou de outros livros, como “Derivantes e Delirantes”, porém com outros escritores. “Um marginal que voou baixo demais”, da editora Madrepérola é seu primeiro livro de sua total autoria. Além deste, mais dois livros estão com conteúdos completos, porém ainda faltam ser revisados.

O livro é um universo em expansão entre as guerras cotidianas e a paz solitária do ser livre que se algema sem ver, mas pode sentir o aperto das amarras. É o tudo, o nada e o meio! Voe baixo demais e permita-se colar a cara na mente de outro perdido.

A programação contou o DJ Alex Costa, da Convergência animando a galera e ainda a exposição de quadros com o tema “Até então” da artista Camila Costa. Estiveram presentes ao evento o secretário municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Fernando Roscio e a vereadora Joana Lage, que fez a entrega do certificado ao escritor.

O livro “Um marginal que voou baixo demais” está disponível para vendas, por meio do site da editora Madrepérola (www.editoramadreperola.com)

 

Foto: Sabrina Peres / Divulgação