Estado quer lucrar U$ 90 mi na temporada de cruzeiros

A temporada de cruzeiros já começou e promete trazer ao Rio cerca de 400 mil visitantes até abril de 2018. A estimativa é que os visitantes movimentem aproximadamente US$ 90 milhões na economia carioca. Na última semana, entre os dias 13 e 15 de dezembro, chegaram à capital fluminense cerca de 26 mil turistas, sendo que na sexta-feira, foram quatro grandes atracações no Píer Mauá, somando um fluxo médio de 12 mil pessoas.

Além do grande movimento de turistas pelos cruzeiros marítimos, o Rio deve ser o principal destino brasileiro para as festas de Réveillon, segundo a Associação de Hotéis do Estado do Rio (ABIH-RJ). No cenário internacional, a expectativa é que o Rio supere Miami, normalmente em primeiro lugar.

Segundo Nilo Sergio Felix, secretário de Turismo, o turismo náutico continua sendo um importante segmento para o Rio de Janeiro.

“Até 31 de dezembro, chegam ao Rio de Janeiro doze navios, trazendo trinta e oito mil e setecentos passageiros. É um número significativo de turistas que circulam pela cidade, fazem tours e conhecem cidades localizadas a poucos quilômetros da capital. Técnicos da Secretaria de Turismo/TurisRio estão diariamente no balcão de recepção do Píer Mauá, distribuindo o guia Rio+3, que apresenta roteiros localizados a até três horas da capital”, disse Nilo Sergio Felix.

Para reforçar a segurança na região, o Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTur) e a Operação Centro Presente vão ampliar o policiamento no entorno da Praça Mauá e Boulevard Olímpico. O patrulhamento será reforçado durante todo o verão, quando o movimento de pessoas se intensifica devido à alta temporada de cruzeiros marítimos.

“Serão 94 atracações, das quais 23 são cruzeiros de longo curso (internacionais) e 25 navios no total; 60% são do Mercosul e outros 40% vindos da Europa e Estados Unidos, registrando um aumento de 12% em relação à temporada anterior”, disse Alexandre Gomes, gerente de operações do Píer Mauá.

 

Foto: Carlos Magno / Divulgação