Brasil vence e elimina o Chile da Copa do Mundo

Depender de vencer o Brasil em casa para ir à Copa do Mundo não é tarefa fácil. Ontem, a seleção do Chile percebeu o tamanho do desafio, ao ser derrotada pelo Brasil por 3 a 0, e, por conta do saldo de gols, acabar eliminada da Copa, ficando apenas com a sexta posição nas Eliminatórias. Um gol salvador de Paolo Guerrero, atacante do Flamengo, classificou o Peru, com um empate em Lima.

O jogo no Allianz Parque terminou com vitória brasileiro, com gols de Paulinho e Gabriel Jesus (duas vezes). Na busca pelo hexacampeonato mundial, a Canarinho confirma a eficiência no trabalho que a garantiu na Rússia no ano que vem e ficou em primeiro nas Eliminatórias, com 41 pontos.

Além disso, terminou como o time que mais venceu (12 vezes), o que menos perdeu (apenas uma derrota), o de melhor ataque (40 gols a favor) e o que possui a melhor defesa (apenas 11 gols sofridos).

 

O JOGO

Pressionando a saída de bola, o Brasil deu trabalho ao Chile no primeiro tempo. A primeira boa chance foi aos seis minutos, quando Gabriel Jesus ficou com rebote e rolou para Renato Augusto finalizar perto do ângulo esquerdo do goleiro Claudio Bravo. Depois, aos 16, o camisa 9 entregou na medida para Neymar, que bateu de esquerda e viu o goleiro chileno defender com as pernas.

Aos 30, o camisa 10 chegou perto novamente. Após dominar a bola na intermediária, Neymar soltou uma pancada de perna direita, que passou com perigo por cima do gol chileno. A Seleção seguiu dominando as ações.

No segundo tempo, o Brasil não mudou o ritmo da etapa inicial. Logo aos seis minutos, Neymar cobrou falta direto para o gol e viu Bravo fazer a defesa. Assim, não demorou para a Canarinho balançar as redes. Aos nove minutos, Daniel Alves cobrou falta de longe, Bravo defendeu e deu rebote. Em cima do lance, Paulinho não desperdiçou a oportunidade de pegar a sobra e fazer 1 a 0.

Na sequência, após contra-ataque rápido, Philippe Coutinho lançou Neymar no ataque, que dominou e rolou par Gabriel Jesus completar: 2 a 0. A Seleção ainda teve outras boas chances de ampliar até que, aos 48, todo o time do Chile foi para a área para cobrança de escanteio e, na sequência, Willian ficou com o rebote e chutou para frente. Com Bravo em seu alcance, Gabriel Jesus avançou e marcou o terceiro para fechar a conta em São Paulo: 3 a 0.

 

Foto: Lucas Figueiredo/CBF