Brasil enfrenta o Chile pelas Eliminatórias

À vontade e em casa, Gabriel Jesus pode reviver um pouco dos seus momentos de jogador do Palmeiras, clube pelo qual viveu grandes conquistas até se transferir para a Europa. O treino de preparação da Seleção Brasileira para enfrentar o Chile, último desafio nas Eliminatórias, foi no Centro de Treinamento da Sociedade Esportiva Palmeiras, na Barra Funda. Para Gabriel, uma tarde para aguçar as memórias.

“Felicidade de retornar onde tudo começou, onde eu pude concretizar o meu sonho. É muito especial. Foi pouco tempo, mas pareceu que foi muito por tudo que eu vivi, as felicidades e tristezas. Aprendi muito aqui no Palmeiras. Tenho muita gratidão por tudo que me proporcionou. Sempre tive o carinho da torcida do Palmeiras, que bom que isso não mudou”, disse o atleta.

Gabriel Jesus também irá voltar ao palco de sua despedida a pouco menos de um ano: o Allianz Parque. Em 2016, contra a Chapecoense, o então camisa 33 da equipe paulista saiu consagrado de campo e com o título de campeão brasileiro.

“Para mim, é o cenário perfeito para encerrarmos a nossa caminhada nas Eliminatórias. É muito especial jogar no Allianz. Quando eu pisar lá, vou lembrar daquele dia. Mas temos que jogar com seriedade”, pondera.

Já classificada para a Copa do Mundo e com uma campanha de recuperação inédita, a Seleção Brasileira vai para o último ato no torneio classificatório.

 

CAPITÃO

O técnico da Seleção Brasileira, Tite, escolheu o zagueiro Marquinhos para ser o capitão brasileiro no jogo contra o Chile, nesta terça-feira (10), às 20h30, pela última rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

“É um orgulho, uma honra, receber essa faixa. Desde pequeno a gente sonha em jogar na Seleção Brasileira e, hoje, ganhar esse presente é uma honra muito grande logo na minha terra natal, junto da minha família, mãe e irmãs”, comentou Marquinhos.

Marquinhos é o 13º jogador a ser capitão desde que Tite adotou o rodízio da braçadeira. Antes do defensor, os outros jogadores que carregaram a faixa foram o zagueiro Miranda e o lateral-direito Daniel Alves, duas vezes cada um, o zagueiro Thiago Silva, os laterais-esquerdos Marcelo e Filipe Luís, os volantes Casemiro, Fernandinho e Paulinho, os meias Renato Augusto e Philippe Coutinho, e o atacante Neymar, além de Robinho, em amistoso contra a Colômbia.

 

Foto: Rener Pinheiro / MoWa Press