Argentina se classifica, após susto em jogo contra o Equador

Messi brilhou, calando a boca de muitos críticos, e levou a seleção da Argentina a uma vitória salvadora sobre o Equador, na altitude de Quito, e de virada. Os 3 a 1, com três gols do craque do Barcelona, levaram a Argentina do sexto para o terceiro lugar na classificação geral e mostraram que time que tem Messi não pode ser dado como morto antes do tempo.

E o jogo começou com um susto: logo no primeiro minuto, o Equador abriu o placar em uma falha da defesa argentina. O drama da desclassificação tomava forma e, durante alguns minutos, a Argentina chegou a ocupar a sétima posição na tabela. Mas, ao longo do jogo, lances geniais de Messi levaram ao empate e a uma vitória tranquila.

Os outros classificados foram o Uruguai, que chegou em segundo lugar, após vencer a seleção da Bolívia em casa, também com susto. Foram 4 a 2, mas o time boliviano saiu na frente, com gol contra do time uruguaio. Cavani e Suarez, craques do time uruguaio, assim como Messi, também fizeram a diferença e abriram o dilatado placar do jogo. A Bolívia ainda fez o segundo, em outro gol contra.

A Colômbia conseguiu arrancar um empate em Lima, no Peru, contra a seleção da casa. Os colombianos saíram na frente e seguram o placar até o final, quando Paolo Guerrero bateu uma falta e marcou. A cobrança seria em dois lances, mas o goleiro colombiano tentou defender, tocou na bola e acabou, involuntariamente, validando o gol. O Peru, com o gol salvador, conseguiu a vaga na repescagem e ainda tem chances de chegar à Copa.

Quem decepcionou, além o Chile, foi o Paraguai, que acabou derrotado em casa pela fraca Venezuela, na última partida das Eliminatórias.

 

Foto: AFA / Divulgação